Blog

Conexão emocional e vendas

Qual é a conexão que verdadeiramente gera mais e melhores resultados para a empresa?

 

Pesquisas apontam que tomamos cerca de 30.000 decisões por dia. Parece muito? E se eu complementar que, de acordo com esta mesma pesquisa, 95% destas são intuitivas? Ou seja, levam muito mais em conta a emoção do que a razão? Agora, proponho uma reflexão: como você, ou sua equipe, tem se conectado emocionalmente com seus clientes para se diferenciar no mercado e ser aquela empresa que ENCANTA?

Ao assistirmos um comercial de uma conhecida marca de refrigerantes, não há nenhuma menção à bebida em si, mas à experiência que ela proporciona. Tudo gira em torno da mesa do almoço em família, da reunião de Natal, de momentos especiais. Tal ação visa atingir as boas lembranças e criar uma rápida conexão deste produto aos bons momentos. Quando compreendemos como nos conectar verdadeiramente com nosso cliente, deixamos de ser apenas mais um para nos tornamos aquele que é a primeira lembrança quando alguém pensa no assunto.

Este texto, no entanto, não se propõe a trabalhar a temática das técnicas de vendas que proporcionam este aprofundamento, mas sim a verdadeira conexão que deve ser feita: conexão entre pessoas. Quanto tempo investimos em compreender nossa equipe? O quanto esta compreensão pode nos gerar resultados práticos? De nada adianta as mais elaboradas técnicas de rapport, sensação de pertencimento, storytelling, dentre outras, se não nos dedicamos a compreender qual é a melhor conexão que devemos ter com o nosso próximo.

Compreender o que motiva cada colaborador e como extrair o melhor de cada um nos permite ter uma equipe que se conecta com o ser mais importante de todos: consigo mesmo. E, ao fazer isso, seu desempenho claramente é melhorado e suas vendas deixam de ser apenas técnicas, passando a ser profundas. Ao compreender suas emoções, é possível também compreender o que faz sentido ao outro. Isto é o que fixa sua marca como diferente.

Há empresas que querem vender e há empresas que querem se diferenciar através das vendas. Nestas, o autoconhecimento revela algo precioso: como podemos entregar o melhor de cada um. Mas, para entregar o melhor, é preciso prestar atenção no estresse. Quando estamos em um nível elevado de esgotamento emocional, temos um comportamento completamente diferente. Aqueles que costumam ser autoconfiantes e zelar por sua imagem, por exemplo, podem se sentir absolutamente incapazes e sem foco. Já aqueles que normalmente são prestativos e altruístas podem se tornar agressivos quando não se sentem valorizados o suficiente.

Em situações assim, o desempenho toma outro rumo, sendo essencial compreender como o comportamento também deve ser moldado, para que haja maior assertividade possível. No Treinamento “Eneagrama das Personalidades”, abordamos o autoconhecimento, tanto o que há de melhor em você e que o impulsiona a ter melhores resultados, como aquilo que precisa ser trabalhado e que acaba sabotando-o em relação aos seus objetivos. Lembre-se: seu desempenho é diretamente ligado às suas emoções. Quer compreender melhor como funciona? Fale conosco, teremos imenso prazer em explicar como tudo isso é possível.

Antônio Neto – Diretor do IEneagrama Centro Paraná e Ponta Grossa

COMPARTILHE:

CADASTRE-SE E RECEBA AS ÚLTIMAS NOTÍCIAS SOBRE ENEAGRAMA NO SEU E-MAIL.

O Instituto Eneagrama é a maior empresa no Brasil e no mundo especialista em Eneagrama. Promovemos melhorias e desenvolvimento na vida de nossos clientes.

Todos os direitos reservados. IEneagrama. 2020