Blog

E quando você é Will Smith? O impacto de situações de altas emoções

Entenda porque, mais do que julgar entre certo e errado a reação do Will Smith, após a “piada” (entre muitas aspas) feita por Chris Rock no Oscar, o melhor exercício que podemos realizar é olhar para nós mesmos e refletir sobre como NÓS reagimos em momentos de ALTA EMOÇÃO.

E quando você é Will Smith? O impacto de situações de altas emoções

 

Existem alguns trabalhos que podemos chamar de serviço de alta emoção ou eventos de alta emoção. 

Por exemplo, um cirurgião realiza um serviço de alta emoção no atendimento de um pronto socorro ou mesmo em uma cirurgia, bem como um piloto de avião com a responsabilidade de decolar e pousar a milhares de km levando dezenas de vidas na confiança de seus equipamentos e preparo técnico. 

A pressão envolvida em ambos é gigantesca, portanto o preparo mental e emocional para estas pessoas é algo fundamental.

Mas uma coisa é você ter um trabalho de ALTA EMOÇÃO, outra totalmente diferente é você eventualmente estar em situações de alta emoção. 

Diferente de um piloto ou médico que está sempre alerta e o mais preparado possível para aquele momento, se momentos de ALTA EMOÇÃO forem raros em sua vida é possível que você não tenha a melhor das reações emocionais.

Mais do que julgar entre certo e errado a reação do Will Smith, após a “piada” (entre muitas aspas) feita por Chris Rock no Oscar, o melhor exercício que podemos realizar é olhar para nós mesmos e refletir sobre como NÓS reagimos em momentos de ALTA EMOÇÃO.

Muitas vezes gostamos de pensar que em uma situação, como por exemplo em um assalto, nós reagiremos adequadamente, sem colocar sua vida em risco ou muito menos tornar ainda mais tensa uma situação que já está caótica. 

Mas aí, quando alguém lhe assalta, você se vê repentinamente reagindo ao assaltante, entrando no combate físico por querer proteger a si mesmo ou alguém da sua família.

É muito fácil dizer que jamais reagiria da forma como Will reagiu, que você pararia para pensar antes, que ao invés de uma violência física, você teria colocado o Chris no lugar dele com palavras ou somente desprezo… ou que ainda você no lugar de cônjuge de uma pessoa que sofre de uma doença, saberia separar a piada da dor da pessoa que você ama e, portanto, não faria nada além de entrar na brincadeira.

No lugar do outro, sempre costumamos acreditar que faríamos melhor, que teríamos posturas mais maduras e adequadas diante de determinada situação altamente impactante emocionalmente.

Mas o fato é: nós somos Will Smith diariamente em diversas situações, expressamos nossa raiva, somos hostis com quem amamos e justificamos culpando as outras pessoas. 

Nós somos Will, seres humanos altamente impactados por reações emocionais, entender esse nosso lado e conhecê-lo a fundo é a melhor forma de você estar mais atento na hora de reagir com as pessoas à sua volta.

E você? Impactado emocionalmente tem dado tapas na cara de quem ama? Tem dado tapas na cara de si mesmo? Tapas podem ser físicos, verbais e podem acontecer no silêncio da sua intimidade, quando seu coração quer algo e sua razão insiste que aquele caminho é impossível.

No Oscar Will Smith apenas escancarou sua humanidade em um dos palcos mais assistidos do mundo, jogue pedra quem quiser, mas nessa história toda há mais telhados de vidro do que gostaríamos de assumir.

COMPARTILHE:
O Instituto Eneagrama é a maior empresa no Brasil e no mundo especialista em Eneagrama. Promovemos melhorias e desenvolvimento na vida de nossos clientes.

Todos os direitos reservados. IEneagrama. 2022